Piscina tratada com Cloro ou Ionizador?

Responda rápido: Você mergulharia em uma banheira de água sanitária? Com toda a certeza você respondeu não, certo? Mas, você sabia que indiretamente pode estar fazendo isso diariamente? É isso aí, a piscina que você usa para se divertir, especialmente nesses dias quentes, provavelmente é tratada com cloro e isso é um risco.

Fizemos essa pergunta à você, pois a água sanitária nada mais é do que água comum com adição de cloro, o que isso te lembra? Sim, o tratamento convencional para as piscinas. Se você jamais se banharia numa banheira cheia de água sanitária, porque ainda não se preocupa com a qualidade da água do seu banho de piscina?

O Cloro e seu uso

O cloro é um elemento químico largamente utilizado como desinfetante e bactericida. Sua descoberta e seu uso posterior foi uma grande revolução no tratamento de água para consumo. Hoje ele é fundamental no processo que faz com que a água chegue em sua torneira potável. Nesse momento você pode estar se perguntando, se ele é tão importante por que falamos tanto que ele é perigoso? Vamos entender melhor isso.

 

Os perigos do cloro

Como já vimos, o cloro teve sim um papel importante no processo de desenvolvimento humano, mas não podemos esquecer que ele é literalmente um veneno, utilizado para matar bactérias e outros contaminantes. Se é um veneno, obviamente ele também faz mal para nossa saúde, por isso o ideal sempre foi ele ser retirado antes de consumirmos a água, seja bebendo, no banho de chuveiro, banheiras ou piscinas. Ele é tão abrasivo e perigoso que é responsável direto ou indireto por problemas como:

 

  • Problemas cardíacos;
    • Aumento do colesterol ruim
    • Descontrole na pressão arterial
    • Má circulação
    • Doenças cardiovasculares
  • Problemas de Pele
    • Alergias
    • Urticárias
    • Manchas
    • Descoloração
  • Problemas respiratórios
    • Alergias
    • Tosse
    • Queimação
    • Falta de ar
    • Baixa capacidade pulmonar
  • Doenças crônicas:
    • Bronquite
    • Asma
    • Hipotireoidismo
    • Náuseas e indigestão frequentes
    • Aumento da probabilidade de câncer

 

E isso é só o começo. O mais assustador de tudo isso é que encaramos como normal o uso diário desse elemento, damos aos nossos filhos e filhas horas e mais horas de exposição ao cloro, qual o futuro estamos oferecendo aos pequenos agindo dessa forma?

 

O cloro e as piscinas

Se você tem piscina ou conhece quem tem com certeza já passou pelo momento em que precisa higienizá-la utilizando o cloro. Mas, se o correto seria retirar o cloro da água que chega na sua casa, por que deveríamos colocar ainda mais? Não faz sentido, certo? E, mesmo assim, continuamos a acreditar que essa é a melhor forma de se cuidar da higienização e tratamento das piscinas.

Ao sairmos de uma piscina tratada com altas doses de cloro temos a sensação de cabelo ressecado, pelo grudando, boca seca, irritação e precisamos correr logo para um banho quente para tentar tirar essa sensação. A boa notícia é que existe uma forma mais rápida, mais segura, mais prática e com um melhor custo-benefício para realizar essa tarefa: O ionizador de piscinas.

 

Ionizador de piscinas: O que é e quais os benefícios?

Os ionizadores são equipamentos para o tratamento de água da piscina de forma automática que substituem, quase que inteiramente, a necessidade do uso do cloro para a higienização. Eles são eficientes em acabar com bactérias, fungos, vírus e algas de forma muito mais segura e saudável por reduzirem ao máximo a necessidade do cloro.

Utilizar um ionizador para tratamento de piscinas é muito mais prático, pois ele trabalha de forma automática, é só instalar, programar, ligar e pronto, a piscina estará livre de todos os agentes nocivos, além de ficar cristalina, sem odor e sem gosto. Trabalhando dessa forma automatizada, ele ajuda você a reduzir muito o tempo que gasta semanalmente nas manutenções e limpezas, ou seja, na prática você ganha muito mais tempo aproveitando sua piscina ao invés de perdê-lo realizando o processo manualmente.

Esta é a mesma tecnologia desenvolvida pela Agência Espacial Norte Americana, NASA, para tratar a água dos astronautas nos primórdios do programa Apollo, responsável por levar o homem à lua. Com o avanço do processo de fabricação, a ionização já se tornou uma das formas de tratamento de água mais populares na Europa, Ásia e América do Norte. 

O processo de tratamento de água se dá pela geração de íons de cobre que é a sua base de funcionamento para a proteção. O mais fantástico é que mesmo com o aparelho desligado sua piscina se mantém saudável e limpa por horas, já que o processo de ionização não só trata a água como cria uma barreira defensiva contra os agentes maliciosos.

Dessa forma, não há dúvidas, quer um banho saudável, divertido e seguro? Compre hoje mesmo um ionizador e dê adeus ao uso excessivo de cloro na sua vida.

 

Artigos relacionados