Bem vindo ao nosso

Blog

Inscreva-se e receba nossos conteúdos!

Acqualive na Mídia

12/10/2014
Acqualive na Mídia

Data da veiculação: 04/10/2014


Leia a matéria na integra: 

 

Todos sabem que beber pelo menos dois litros d’água por dia é fundamental para o bom funcionamento do corpo, limpeza do organismo e evitar males que vão da gripe ao intestino preso. Entretanto, ao contrário do que muita gente pensa, água não é tudo igual. É necessário saber que há o tipo de água mais recomendado para o consumo humano.

 

A água pode ser mineral, purificada, filtrada, termal, efervescente, de geleira, podendo ainda ser dividida em neutra (pH 7), ácida (pH abaixo de 7) e alcalina (pH acima de 7). O que define o pH e torna a água ácida ou alcalina é a quantidade de íons de hidrogênio presentes em sua composição. A versão com o pH acima de 7 tem sido apontada como uma forma de hidratação que promete dar melhor funcionamento ao organismo.

 

De acordo com o diretor de tecnologia da Acqualive, Sidney Rodrigues, empresa com experiência técnica no mercado da água, estudos comprovam que em lugares onde a água é naturalmente mais alcalina, a população tem expectativa de vida maior e menos riscos de doenças, uma vez que ela combate a acidez do corpo.

 

“O consumo da água alcalina, rica em magnésio, é a mais recomendada para a manutenção da saúde. As pessoas que estão procurando mudar a alimentação deveriam começar pela escolha da água. Como a água é o maior componente que constitui o corpo, temos que prestar mais atenção no conteúdo que ingerimos”, afirmou.

 

Sidney explica que a água alcalina é ideal porque acaba equilibrando o organismo. Segundo ele, muitos hábitos contemporâneos estimulam a acidez, como manter uma dieta não balanceada, abusar de café, refrigerantes e bebidas alcoólicas, passar por períodos de estresse.

 

“É preciso aumentar o pH do organismo, para então atingir o equilíbrio do corpo. E a água alcalina tem justamente esta função: combater a acidez gerada pelos hábitos cotidianos”, afirmou. Ingerir apenas água alcalina – incluindo a água usada para cozinhar e fazer sucos – é um bom ponto de partida para equilibrar o nível do pH.

 

O Instituto VP, empresa de consultoria nutricional sediada em São Paulo (SP), desenvolveu uma pesquisa com 300 águas minerais em comercialização no país e concluiu que a água alcalina é a ideal para manutenção da saúde,  fazendo com que haja o funcionamento adequado dos processos metabólicos e seja liberada a quantidade ideal de oxigênio para os tecidos.

 

O aumento do magnésio é um dos fatores que faz com que o consumo da água alcalina promova a manutenção da saúde óssea, reduzindo risco de osteoporose, redução da perda de massa muscular, enxaqueca, acidente vascular cerebral (AVC), diabetes, hipertensão e até Alzheimer. O desenvolvimento desta última doença está justamente associada à questão de que o aumento do consumo de magnésio na alimentação reduz o risco de demência.

 

Para o diretor da Acqualive, Mauro Mumbach, o resultado da pesquisa só reafirma todo o investimento da empresa em um produto que tem a proposta de promover a saúde e o bem estar das pessoas. “Com a conclusão dessa pesquisa, esperamos difundir entre as pessoas os reais benefícios que o consumo de água alcalina pode promover para a saúde”, acrescentou.

 

A pesquisa mostrou ainda que os elementos filtrantes do ionizador Acqualive Prime possuem um sistema que, além de retirar as impurezas, aumenta o conteúdo de magnésio e o potencial alcalinizante da água. O estudo destacou também que o consumo de alimentos e bebidas alcalinizantes tem claro impacto sobre o equilíbrio do organismo.

 

<![if gte mso 9]><![endif]--> <![if gte mso 9]>Normal0falsefalsefalsePT-BRJAX-NONE<![endif]--><![if gte mso 9]><![endif]--> <![if gte mso 10]>

<![endif]-->

Criada em 2010, a Acqualive é uma empresa potiguar especializada em água alcalina e vem expandindo sua presença por todo o país. A empresa conta hoje com representação em 16 estados e atua com um total de 19 lojas em todas as regiões do Brasil.

 

Fonte: http://jornaldehoje.com.br/quem-procura-mudar-alimentacao-deveria-comecar-por-escolha-da-agua-diz-especialista/

Artigos relacionados